Alto consumo leva reservatórios ao limite mínimo e DAE alerta que população deve economizar água

Dos 12 últimos meses, janeiro e dezembro foram os que os pacaembuenses mais consumiram água no município. Fato que levou os reservatórios mestres existentes na sede do Departamento Municipal de Água e Esgoto chegarem ao limite mínimo de capacidade para abastecimento de toda a cidade.

A informação preocupante foi comunicada nesta semana pelo diretor do DAE, Marcos Alves. “Temos espaço para armazenar 1.250.000 litros (Um milhão e duzentos e cinquenta mil) nos três reservatórios, mas, para ter uma ideia, o consumo nestes dois meses passados foi tão grande que ficamos perto de não conseguir mais abastecer a cidade”.

Segundo apontado pelo Departamento, um fator que contribui muito para a quase falta de água – e tem sido prática constante no dia a dia – é a utilização da água potável para lavar carros, quintais, calçadas, guias e sarjetas, além de se manter torneiras abertas sem necessidade.

Nas últimas semanas, o diretor ressalta ainda que os reservatórios têm trabalhado sem parar, 24h por dia, para conseguir atender a demanda causada pela elevação surpreendente no consumo.

“É fundamental que a população se conscientize para o uso moderado e correto da água potável, evitando o desperdício, porque é um bem que pode acabar se consumida de maneira descontrolada. As pessoas acham que não, porém, fica o alerta”, acrescentou Marcos.

 

Prefeitura de Pacaembu

 

MAIS NOTICIAS
Carregue mais