Prefeitura limpa área do Ecoponto e notifica proprietários de terrenos anexos

Atendendo manifestação de moradores/vizinhos, no começo desta semana a Prefeitura de Pacaembu efetuou a limpeza (roçagem) em toda a área externa da antiga Fábrica Paulistão, onde um dos barracões é utilizado como Ecoponto – estação de entrega voluntária de inservíveis – para as empresas que precisam descartar pneus usados.

A Prefeitura de Pacaembu por meio do Setor de Fiscalização também já havia notificado, cerca de 30 dias atrás, os dois proprietários dos terrenos que ficam nos fundos dos barracões e estavam cobertos por mato. Em verificação feita na última quarta-feira (10) constatou-se que as áreas já estavam limpas (roçagem).

A Secretaria de Gabinete entende e compartilha da preocupação dos vizinhos quanto ao surgimento de animais peçonhentos, por isso os setores competentes passarão a fiscalizar os imóveis com maior frequência, para diminuir o sentimento de perigo dos moradores próximos. Vale ressaltar apenas que os barracões pertencem à empresa Exportadora Sul Brasil e os terrenos anexos são também propriedades particulares.

Ainda com relação ao Ecoponto, na última segunda-feira (8), uma equipe da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde esteve no interior do prédio para verificar as condições dos pneus depositados no local, que não continham água acumulada ou qualquer outro possível criadouro do mosquito Aedes aegypti. “É importante esclarecer ainda que os pneus que recentemente acabaram sendo deixados de forma irregular por particulares na parte de fora do Ecoponto foram recolhidos pela VS e devidamente acondicionados”.

 

Da Prefeitura/Pacaembu

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53519678_417536142385416_790968860927852544_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_eui2=AeF1SmGtDVWjnDUPnzL9BDZP2Kywd3d72FZ-kL1FENA7-2S73JXxenIYJEiV8T5bw3c8_iaom7LWaVFmwiioDCSDQYlnjYAscdgfaG81JsoIxg&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=67a09e5422df911107c7948f42b2221a&oe=5D40745F
 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais