Polícia Militar identifica e prende autores do atropelamento que matou uma mulher em Osvaldo Cruz

A Polícia Militar de Osvaldo Cruz prendeu condutor e passageiro do veículo que atropelou e matou Edna Alves de Melo, de 57 anos, no final da tarde desta sexta-feira (07), em Osvaldo Cruz.

Policiais fizeram contato com a Aceoc (Associação Comercial e Empresarial de Osvaldo Cruz) que opera o Sistema Hórus de monitoramento da cidade, onde foi possível capturar as imagens do atropelamento, flagrando uma pick-up Saveiro, modelo Cross, de cor branca e rodas pretas.

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53519678_417536142385416_790968860927852544_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_oc=AQllLp-Yzg8CswipXS8TZBVx4Xa3pGFP0vPGngWgCUURpon1EtEdll1j8vC9FjMJIX9y7nhpUeu6n0cMv00fjbGf&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=4e74118ba986af47aea9d86c90c596db&oe=5D8F8E5F
De posse das imagens e relatos de algumas testemunhas, foi feita uma varredura por várias propriedades rurais em que as pessoas possuíam veículos de mesmo modelo e cor, quando os policiais receberam a informação que um indivíduo, proprietário de veículo semelhante, morava em um sítio na direção em que o autor do delito fugiu.

De imediato viaturas se deslocaram para o local e em uma garagem improvisada visualizaram um carro completamente coberto por lençóis. Ao retirar o lençol, policias perceberam que se tratava de uma Saveiro Cross que estava com a frente completamente destruída, como se estivesse colidido com algo que danificou a lateral esquerda, para-choque, farol, capô e para-brisa.

Na residência do sítio foi feito contato com L.D.R., proprietário da pick-up, que indagado a respeito dos danos no veículo disse que, juntamente com um amigo, atropelaram um cachorro na vicinal durante a tarde, porém era seu amigo que conduzia o veículo. Questionado sobre o paradeiro do amigo, soube informar apenas que ele era de Salmourão.

L.D.R. recebeu voz de prisão e foi conduzido ao Plantão Policial.

Após novas diligências, a Polícia obtive o endereço do suposto amigo na cidade de Salmourão. Já na residência, policiais encontraram P.J.S.F., o mesmo foi indagado sobre o ocorrido em Osvaldo Cruz e disse que estava em uma festa em um sítio em Osvaldo Cruz e que atropelou algo quando conduzia o veículo emprestado de L.D.R. Ele confirmou que o amigo estava como passageiro.

P.J.S.F. recebeu voz de prisão e foi conduzido até a Delegacia de Polícia em Osvaldo Cruz.

No plantão, o delegado Dr. Celso Pardo Soares, solicitou o teste do etilômetro sendo aceito apenas por P.J.S.F. O teste apontou 0,42 mmg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

Dr. Celso Pardo Soares, ratificou a voz de prisão, elaborando o B.O.P.C de homicídio qualificado na direção de veículo automotor, recolhendo os indiciados a Cadeia Pública de Adamantina.

 

Fonte: FM Metrópole

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/54458081_425017761637254_8917293490312839168_o.jpg?_nc_cat=103&_nc_oc=AQkSkOPNQHqB8x1PgT6bUOjhdEgmuf_Y1epvH9h4XTc6-U-4YRT0HP9OsVsEkJ6akfn1Mrn2ngOD9Vifr87LcXp3&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=f67edab4dcc74465d7264f899e1bd205&oe=5D94AB7E

MAIS NOTICIAS
Carregue mais