Palestra em Pacaembu abordará o tema “Violência Doméstica”

SAMSUNG CSC

Visando o enfrentamento e combate à Violência Doméstica e Familiar contra a mulher, o Poder Judiciário de Pacaembu e Adamantina, bem como o Ministério Público do Estado de São Paulo, idealizaram, com o apoio de equipe multiprofissional, o “Programa de Sistema de Justiça na Família”.

Referido programa propõe discussões e abordagem acerca de temas ligados ao acesso à Justiça para as mulheres, a mobilização pública em prol desses direitos, assim como os caminhos da violência e subsídio às famílias.

Para tanto, foram criados, a partir do Projeto principal, dois outros programas: Programa Imperium Vitae e Programa Igualdade Humana.

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53212917_417548679050829_7803732741043781632_n.jpg?_nc_cat=107&_nc_eui2=AeHU88NPZHwoNiFENLFtwYiSpexYS06xbtARnMrWAegpPPIrxsIthLHfWQ4DL4LIFVmo7prcA-OXyythbennwYnqSnU70iPxDj5GG3_5858xLg&_nc_oc=AQkZ7P0b4_fbt-LsekXJsZGrX5_F7KpdgHclQ8swnO_YE4bP3Ntz97qa0qcXEQGLp6DP-xlGKlksesVe_F4W1O0m&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=3bfc35887082326b51fb7f0c8e4d9e4b&oe=5DE36F0F
O primeiro não visa apenas entender o cenário de famílias atingidas pela violência doméstica, mas principalmente trabalhar ativamente a história pessoal de cada indivíduo envolvido no ciclo da violência (agressor e vítima), promover a tomada de consciência familiar e, então, possibilitar a desconstrução das trilhas comportamentais e a construção de novos hábitos de conduta. Para a consecução do trabalho é utilizada equipe multidisciplinar formada por profissionais da área do direito, psicólogos e médicos psiquiatras, quando necessário, que aproximam as vítimas da Rede de Serviços Sócio-assistenciais.

O outro programa propõe, de maneira inédita, a implantação da disciplina “Igualdade Humana” na grade curricular de alunos do ensino fundamental I e II e ensino médio, com o intuito de desenvolver as potencialidades de relacionamento humano, pautadas nos pilares: Justiça, Solidariedade, Respeito e Amizade. Como abrange toda a formação educacional, acredita-se que, a médio prazo, haja alteração de políticas públicas, haja vista que o enfrentamento da violência doméstica e familiar se transformará, dada a possível diminuição desta.

Iniciando tais projetos na região da nova Alta Paulista com a realização de palestras para os pais, educadores, psicólogos e estudantes, a ocorrerem nos dias 14 e 15 do mês de agosto do corrente ano, na cidade de Adamantina e Pacaembu, respectivamente, com a palestrante Maria de Fátima Duarte de Almeida Pacheco, referência na área da educação, portuguesa, que abordará o tema: “Violência Doméstica: interferências e prejuízos cognitivos na aprendizagem” em ambas as palestras.

 

https://i2.wp.com/media.giphy.com/media/SATjPcjVNcOIKZIpz9/giphy.gif?w=660&ssl=1

MAIS NOTICIAS
Carregue mais