Connect with us

Cidades

Documentação dos sorteados para as casas populares ainda será analisada pela CEF, informa CDHU

Publicado

em

 

 

Durante nova reunião realizada em Pacaembu na manhã da última terça-feira (14) foi reafirmado que toda a documentação apresentada pelos sorteados para as 100 casas populares recém construídas no município ainda passará pela criteriosa análise da CEF (Caixa Econômica Federal).

A informação foi passada pela técnica social da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano), Maria Izabel Rosati.

“Vale lembrar que os dossiês foram coletados em Pacaembu no mês de agosto de 2019 e ainda não há uma previsão para a devolução dessa documentação pela Caixa. Para ter uma ideia, existem outros municípios da região que os dossiês foram coletados em fevereiro do ano passado e estão sendo devolvidos agora. Isto porque, o procedimento seguido pela Caixa é bastante criterioso”, explicou a representante regional da CDHU.

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/80797891_625747124897649_7736186572063637504_n.jpg?_nc_cat=111&_nc_ohc=4eW_kYdtjZYAX_QzT3W&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=88199b132437281dec23bec924004a41&oe=5E928760
Izabel fez questão de esclarecer também que mesmo após o sorteio das unidades, são obrigatórios a tramitação e o cumprimento de várias etapas até a entrega das moradias. Participaram do encontro ocorrido nesta semana na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social a técnica responsável pela CDHU no município e assistente social Elisangela Utrabo dos Santos, a diretora de Assistência Social Sueli M. G. Bueno e a coordenadora do CRAS, Edna Martinez, além do secretário municipal de Gabinete, Ricardo Bispo. Vale lembrar que a gestão do processo relacionado ao novo Conjunto Habitacional “Walter e Mercedes Costenaro” é de responsabilidade da CEF, já que foi viabilizado por meio do Governo Federal dentro do programa “Minha Casa, minha Vida” e a CDHU participa como contratada para a realização da parte operacional de inscrição, sorteio, coleta dos documentos e atividades de capacitação com os futuros mutuários. Estão na Caixa Econômica Federal 200 dossiês, sendo 100 dos sorteados como beneficiários das moradias e mais 100 suplentes.

Mais Lidas