Presídios novos e lotados em Pacaembu

Imagens do Centro de Detenção Provisória I e II da Cidade de Pacaembu/SP. Data: 02/04/2019. Foto: Governo do Estado de São Paulo Data: 03/04/2019 Foto: Governo do Estado de São Paulo

 

 

Com pouco mais de dois meses em completar seu primeiro ano de funcionamento – uma vez que foram inaugurados oficialmente no dia 11 de abril de 2019 – os Centros de Detenção Provisória I e II de Pacaembu já atingiram sua capacidade máxima em população prisional, conforme revela o site da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) do Estado de São Paulo.

Os dados, fazem parte de um acompanhamento feito semanalmente pelo Folha Regional que apontaram de acordo com a última contagem, realizada em 4 de fevereiro (terça-feira desta semana), 847 detentos no CDP I (que reúne presos de Osvaldo Cruz à Flórida Paulista) e 814 no CDP II (que reúne os presos de Pacaembu à Panorama) no aguardo de julgamento em regime fechado e que mesmo com um “balanceamento” entre as duas unidades, não seria capaz equilibrar a atual situação, já que “sobrariam” outros 15 detentos acima da capacidade das duas “casas de detenção”.

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/80774258_625747568230938_5399200681972203520_n.jpg?_nc_cat=104&_nc_ohc=cKm23eiM10cAX_hQALg&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=a9710d5471108a8a621c155e9fdee578&oe=5ECE566A
Fato que chama a atenção é que a capacidade das unidades prisionais é de 823 detentos cada, número este que já foi atingido por mais de uma vez, segundo divulgou em seu portal a própria SAP, indicando a superlotação dos centros de detenção provisória.

Assim como as demais penitenciárias em regime fechado existentes na região, os CDP’s de Pacaembu, com menos um ano de funcionamento, já estão prestes a manter sua população acima da capacidade.

In the news
Load More