Connect with us

Geral

Polícia prende grupo suspeito de ajudar na fuga de criminosos que atacaram bancos em Botucatu

Publicado

em

A polícia prendeu na manhã desta segunda-feira (3) quatro mulheres e um homem suspeitos de ajudarem na fuga dos criminosos que explodiram uma agência bancária e aterrorizaram os moradores de Botucatu (SP) na semana passada.

De acordo com o delegado seccional, Lourenço Talamonte Neto, depois do ataque e confronto com a polícia, muitos criminosos fugiram a pé e ficaram escondidos na cidade, aguardando que parte da quadrilha voltasse para buscá-los.

“Como houve o confronto no dia dos fatos, muitos dos marginais fugiram a pé, estavam escondidos. E essa parte da quadrilha com certeza deu apoio após a fuga para pegar esse pessoal”, conta o delegado.

A polícia informou que um casal com uma criança e mais um rapaz foram parados em uma abordagem de rotina da Polícia Rodoviária no pedágio de Itatinga, e depois foi descoberto que eles poderiam estar envolvidos no apoio aos criminosos do ataque em Botucatu.

Em seguida, segundo o delegado, outros dois carros pararam no local e o rapaz entrou em um dos veículos, fugindo com mais três mulheres sentido São Paulo. Houve perseguição e o grupo foi abordado novamente em Boituva. O homem conseguiu fugir por uma área de mata.

O casal e as três mulheres foram levados ao plantão policial de Botucatu e presos em flagrante por organização criminosa. Já a criança foi entregue ao Conselho Tutelar.

O delegado informou que, no carro, os policiais encontraram roupas masculinas e materiais de primeiros socorros. A polícia apurou que o grupo estava hospedado em um hotel da cidade. A pena por organização criminosa é reclusão de 3 a 8 anos.

Publicidade

Mais Lidas