Connect with us

Cidades

Conclusão da creche-escola no Guaraniúva é um desafio para a nova administração; ainda faltam 32% da obra

Publicado

em

A construção da creche-escola no bairro Guaraniúva já é uma das obras mais morosas e complicadas da história de Pacaembu, afinal, já dura seis anos e ainda falta muito para ser concluída. E o desafio agora estará nas mãos da nova administração municipal, comandada pelo prefeito João Francisco (PL).

A unidade foi conquistada no mandato da ex-prefeita Mara Avamor, por volta de 2011, sendo o recurso viabilizado em 2012 por meio de repasse da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e Fundeb (Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico).

Mas a construção foi iniciada apenas na gestão do ex-prefeito Maciel Corpa, em 2014. Contudo, a obra passou pelas duas administrações (2013/2016 e 2017/ 2020) sem ser finalizada.

Quanto foi licitada pela primeira vez, a creche-escola teve a empresa J&A Cardoso Construtora, de Mirandópolis, como vencedora com o R$ 1.376.800,36. Porém, depois de certo tempo a empreiteira abandonou a obra e teve o contrato rescindido pela Prefeitura.

Depois de novo processo licitatório, a construção foi assumida pela empresa Ahydan Bruno Parra Barbosa EPP, que também acabou abandonando a obra com cerca de 41% executada.

Em 2017, a Prefeitura precisou pedir ao Governo do Estado a prorrogação do convênio que viabilizava a crecheescola do Guaraniúva, pois venceria em junho. Além disso, pediu o realinhamento de preços para a continuidade da obra.

Sem encontrar interessados devido à defasagem do valor original orçado, e após ficar paralisada por bem mais de um ano, em fevereiro de 2018 a Prefeitura teve que assumir por conta própria a construção, com a proposta de enfim finalizar a unidade escolar no Guaraniúva. Mas desde então uma série de problemas e impasses surgiram, atrasando cada vez mais a obra.

Hoje, segundo informações prestadas à reportagem pelo setor de engenharia da Prefeitura, a creche-escola tem executados 68% do total projetado. A previsão é iniciar a parte de pintura interna e externa do prédio. E faltam ainda serem efetuadas as seguintes etapas: instalação de esquadria metálica nos nichos das salas de aula; vidros; piso vinílico nas salas de aulas; caixa d’água; finalização de toda parte elétrica e instalação de luminárias; instalação de bacias, cubas, lavatórios, chuveiros, torneiras e barras de acessibilidade; concretagem da área externa, calçada e da base do reservatório de água; implantação de jardim da área externa, plantio de gramado e de árvores.

Vale lembrar que o funcionamento da nova unidade em Pacaembu é fundamental para tentar zerar a fila de espera dos pais que precisam colocar seus filhos na creche. Inclusive, essa é uma exigência já manifestada pelo Ministério Público através da Promotoria de Justiça de Pacaembu.

Portanto, a missão da atual administração é nada menos que concluir esses ainda 32% dos serviços pendentes e finalmente entregar a creche para a população.

 

 

Publicidade

Mais Lidas