Connect with us

Polícia

Corpo de homem encontrado esquartejado e sem cabeça é identificado

Publicado

em


O corpo do homem encontrado esquartejado no bairro Village Lagoinha, em Presidente Epitácio (SP), foi identificado nesta quarta-feira (25).

A Funerária VidaPrev, de Presidente Epitácio, informou que a vítima é Clóvis Antônio Grisante Júnior, de 43 anos. O sepultamento foi realizado nesta quarta-feira (25), no Cemitério Parque Gramado, em Americana (SP), cidade onde o homem residia, na região de Campinas (SP).

Partes do corpo esquartejado foram encontradas em Presidente Epitácio, mas a vítima do assassinato foi enterrada sem a cabeça, que ainda não foi localizada, segundo a funerária.

Ainda conforme informou a funerária, a identificação foi feita por exame de perícia, através de impressões digitais.

O reconhecimento do corpo foi feito por uma irmã da vítima.


A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil, que informou que as investigações são sigilosas e não se manifestou sobre o caso.

As apurações continuam para identificar as circunstâncias e a autoria do crime.

Corpo em partes

A Polícia Civil investiga as circunstâncias da morte de um homem, em Presidente Epitácio, cujo corpo foi encontrado esquartejado, no último domingo (22), no bairro Village Lagoinha.

A Polícia Militar informou que uma testemunha viu um saco plástico com um “grande volume”. Inicialmente, a pessoa pensou que se tratava de um cachorro morto.

Posteriormente, por curiosidade, a testemunha resolveu abrir o tal saco plástico e constatou que se tratava do dorso de um homem. Na sequência, a Polícia Militar foi acionada.


Mais tarde, a cerca de 100 metros de onde o dorso da vítima foi localizado, já às margens do Rio Paraná, a testemunha viu outros sacos plásticos. Ao verificar os conteúdos, houve a constatação de que eram as pernas e os pés de uma pessoa.

De acordo com a polícia, a cabeça ainda não foi achada.

Foram solicitados exames periciais, bem como uma possível coleta de impressões digitais do cadáver e extração de material genético para futuro confronto de DNA.

Uma das circunstâncias apuradas pela polícia é se a vítima foi morta em Presidente Epitácio, que fica a mais de 630km de distância de Americana, ou se foi apenas deixada no local.

Mais Lidas