Connect with us

Geral

Cotado a vice de Lula, Alckmin deixa PSDB: “É tempo de mudança”

Publicado

em

O ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na tarde desta quarta-feira sua desfiliação do PSDB, partido no qual esteve por mais de três décadas. Pelas redes sociais, o agora ex-tucano disse que anunciará em breve seus próximos passos. Cotado para uma possível chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na eleição de 2022 , Alckmin já recebeu convites para se filiar no PSB, PSD e no Solidariedade .

“É um novo tempo! É tempo de mudança! Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB procurei dar o melhor de mim. Um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade. Agora, chegou a hora da despedida. Hora de traçar um novo caminho”, escreveu o ex-governador, que completou: “Valeu cada obstáculo vencido, cada momento vivido, cada conquista feita. Em breve, anunciarei meus próximos passos”.

Nas redes sociais, o partido também se manifestou sobre a saída de Alckmin e disse que, “de forma cordial”, o ex-governador “fez uma ligação ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, confirmando sua desfiliação”. No texto, a sigla também destacou os feitos de Alckmin enquanto esteve filiado à legenda.

Mais Lidas