CDHU cancela necessidade de interessados em casas populares fazerem o Cadastro Único

Na tarde de quarta-feira (6) a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) de São Paulo entrou em contato com a Secretaria de Assistência Social de Pacaembu e informou não haver mais necessidade de os interessados em se inscreverem para concorrer ao sorteio de casas populares no município fazerem o Cadastro Único.

O cadastramento prévio vinha sendo realizado pelo órgão municipal desde a semana passada, após orientação dada pela própria CDHU. A procura na sede da Secretaria inclusive, foi tanta nos últimos dias que as funcionárias tiveram de implantar sistema de agendamento para organizar o atendimento.

Portanto, com base na nova recomendação da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano, o Cadastro Único deixa de ser critério para ter direito a se inscrever para casas populares. Isto, porque, o mesmo será efetuado somente após o sorteio das moradias, destinado exclusivamente aos mutuários contemplados.

A Prefeitura de Pacaembu reforça novamente que não tem nenhum poder de decisão sobre as inscrições ou o sorteio para casas populares. Ou seja, desde a obra até a entrega das unidades, bem como as datas e prazos são tomados pela CDHU e Governo do Estado.

Apesar de estabelecer o fim da necessidade do Cadastro Único, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano ainda não informou a respeito da abertura de inscrições para as 129 moradias em construção no futuro conjunto habitacional “Walter e Mercedes Costenaro”.

 

Prefeitura de Pacaembu

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais