Jacaré é capturado em lagoa de tratamento de esgoto de penitenciária em Pacaembu

A Polícia Militar Ambiental recolheu nesta quarta-feira (20) um jacaré que estava em uma lagoa de tratamento de esgoto da Penitenciária de Pacaembu.

Após o resgate, o animal foi solto pelos policiais em ambiente natural no Parque Estadual do Rio do Peixe, em Ouro Verde.

A corporação acredita que o jacaré tenha entrado na área onde fica a lagoa de tratamento de esgoto do presídio em busca de abrigo, alimento e água.

No local, segundo a polícia, o réptil estava se alimentando de sapos.

A corporação explicou que foi acionada por telefone para o atendimento da ocorrência pela direção do presídio, depois que funcionários da penitenciária se depararam com o animal na lagoa de tratamento de esgoto.

Quando os policiais de Dracena chegaram à unidade prisional, os funcionários já haviam capturado o jacaré com uma armadilha de metal dentro da qual o animal foi transportado posteriormente pelos militares até o Rio do Peixe.

A polícia ainda ressaltou que é relativamente comum a presença de jacarés em lagoas de tratamento de esgoto, como esta de Pacaembu, já que nestes locais os répteis costumam encontrar farta alimentação de anfíbios, como os sapos.

Com base nas características de sua dentição, os policiais identificaram o jacaré com um jovem adulto.

Com cerca de 1,20 metro de comprimento e 30 quilos de peso, o animal apresentava boas condições de saúde.

Devido ao porte grande do animal e às dificuldades de movimentá-lo, os policiais não conseguiram identificar o sexo do réptil.

Ainda conforme a corporação, o animal encontrado na área do presídio de Pacaembu pertence à espécie jacaré-tinga (Caiman crocodilus).

 

G1 PRUDENTE

 

https://scontent.fbau1-1.fna.fbcdn.net/v/t1.0-9/53519678_417536142385416_790968860927852544_n.jpg?_nc_cat=105&_nc_ht=scontent.fbau1-1.fna&oh=7e38cfe79557f47a166eccad18a1d758&oe=5D18E75F
 

 

 

VOCÊ PODE GOSTAR

TV Folha Regional
MAIS NOTICIAS
Carregue mais