Connect with us

Cidades

PACAEMBU: Confirmado 3º caso de Covid-19 e Saúde esclarece divergência de dados em boletins

Publicado

em

A Prefeitura de Pacaembu divulgou no início da tarde desta quarta-feira (13), o terceiro caso positivo de paciente com Covid-19 no município.

Segundo informações divulgadas no site da prefeitura, o paciente é um homem de 44 anos, morador de Pacaembu e que trabalha em outro município.

A confirmação da doença no paciente se deu após a realização de um teste rápido.

Ele foi atendido na Unidade Básica de Saúde e vai permanecer em isolamento social para tratamento.

Equipes de saúde monitoram o paciente com visitas diárias como determina o protocolo do Ministério da Saúde.

SAÚDE ESCLARECE DIVERGÊNCIAS NO BOLETIM COVID-19

Tendo em vista os vários comentários e questionamentos realizados por munícipes pacaembuenses, mais especificamente nas redes sociais, a reportagem do jornal e site Folha Regional enviou um pedido de informações ao setor responsável da Prefeitura questionando a divergência nos dados apresentados de terça-feira para quarta-feira (12 e 13 de maio), onde no primeiro dia (12), o boletim Covid-19 emitido trazia zero suspeitos e dois descartados e no dia seguinte cinco suspeitos e dez descartados, ou seja, um aumento desproporcional no período de 24 horas.

CONFIRA ABAIXO OS BOLETINS

Nenhuma descrição de foto disponível.

A Prefeitura respondeu através de uma nota com a seguinte informação que segue abaixo, enviando em anexo o boletim atualizado nesta quarta-feira (13).

A Secretaria Municipal de Saúde tem seguido todos os protocolos recomendados pelos órgãos superiores de Saúde, sendo assim existem procedimentos a serem cumpridos entre o atendimento do paciente e a notificação oficial do caso, seja confirmado, suspeito ou descartado.

Quanto às mudanças no Boletim Informativo de Casos entre os dias 11 e 12 de maio, ocorreram, na verdade, porque houve uma atualização mais abrangente dos registros relacionados à COVID-19, considerando principalmente os casos que tinham sido descartados por ‘teste rápido’, já a elevação de casos suspeitos se deu devido à procura por atendimento na UBS e que serão investigados por exame laboratorial.

Publicidade

Mais Lidas